“Se não tens esperança, inventa”

 

Le Cirque du Soleil talvez se baseie naquela atitude.

A criatividade, o trabalho em equipa, a cor, a alegria, a procura da perfeição em cada movimento, resultam no sucesso.

Gostava de estar ligada ao circo, trabalhando nos bastidores na criação dos trajes ou dos textos, gostava de participar na reinvenção do circo. Como se costuma dizer, se fosse mais nova talvez orientasse a minha vida pelos caminhos das artes circences. Seria uma saltimbanco 🙂

                                              Kumbalawe