No domingo

 

No domingo, fomos passear pelas margens do rio Tejo e reencontrámos uma figueira enorme e abandonada e encontrámos, com surpresa, imensos marmeleiros.

Apreciámos o rio e as encostas, dum lado alentejanas e, do outro, beirãs. Esta sempre foi a minha paisagem eleita. Gosto de ouvir o seu silêncio e já lá fui muitas vezes ao seu encontro.  Em Agosto de 2003 o fogo ceifou a vida destas encostas. Fiquei desolada na altura, mas hoje fico feliz outra vez, cada vez que lá volto.

Apresento-vos os marmelos

e, em parte,  o sítio que vos descrevi

e nós, embriagados pelo sol!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s