A vida de uma raíz

Quando nasci era pouco firme,

com o tempo fui ficando forte.

do mundo nada vi, pouco conheci enquanto cresci,

alimentei troncos, folhas e frutos.

agora que a força me falta para a eles fazer chegar o alimento,

descubro que consigo ver o mundo através desta varanda que a terra me ofereceu ao deixar-se cair.

E…

Portugal tem as suas raízes em Gumarães, Cidade Europeia da Cultura 2012

 

Anúncios

2 thoughts on “A vida de uma raíz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s