Frio, frio

 

Esta fotografia foi tirada numa manhã desta semana quando cheguei ao meu local de trabalho. A noite tinha sido tão ventosa e gelada que a água da rega, ao passar por esta planta, não teve tempo de cair no chão. O vento frio vidrou a planta rasteira!

O mês de Fevereiro é sempre o mais doloroso para mim aqui no Alentejo, porque é o mais frio do ano. Este ano, além de frio, o mês tem sido seco. Não choveu ainda um pingo que seja e, quando viajo por estes campos, a sua cor em vez de verde está castanha e os animais já estão a ser alimentados com fardos de feno. Os habitantes de algumas aldeias portuguesas estão a ficar sem água e os níveis de algumas barragens chegou àqueles que são normais no Verão.

Temos que nos juntar todos para chamar a chuva! 🙂

Advertisements

8 thoughts on “Frio, frio

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s