An(da)nças

Lembrei-me de um CD que tinha guardado com música celta e estive a ouvi-lo.

Comprei-o depois de ter ido conhecer o festival de danças do mundo – Andanças – que se realiza todos anos no nosso país. No ano em que eu fui, realizou-se e São Pedro do Sul. Lá, senti-me numa dimensão que não a minha. Uma dimensão “saltimcanca”. Muitos dos jovens que por lá acamparam tinham um espaço para comercializar os seus artefactos. Comprei-lhes um lenço com rastas em tecido de algodão azul e branco, um colar feito em lã e uma saia comprida verde e rosa. Eles vestiam-se de uma forma descontraída, com cabelos de aspecto selvagem e, à noite, em grandes tendas ou ao ar livre, quem queria, podia ir dançar danças de todo o mundo (para isso tinha que escolher a tenda onde se dançava o estilo no qual queria participar).

Eu optei por dançar músicas em grupo, músicas medievais e celtas e, quando eu passava de mão em mão, viajava no tempo e no espaço para uma dimensão… uma dimensão que se sente sem se tocar. Depois, olhava para mim e percebia que, afinal, continuava no séc. XXI! 🙂

Espero voltar ao ambiente de um Festival como aquele.

Advertisements

3 thoughts on “An(da)nças

  1. Eu ainda não perdi a esperança de visitar o Andanças um ano, no entanto ainda não criei uma oportunidade para o fazer. Mas acho o conceito muito divertido e que deve ser uma experiência marcante. 🙂 M

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s