acerca da felicidade

 

Gosto muito de ler Pedro Chagas Freitas por narrar aspectos importantes da vida quotidiana de uma forma que parece tão fácil concretizar:

“Eu sou Deus. Eu sou Deus porque faço – todos os dias, incansavelmente, até à pura (mesmo que com “t) da demência, até à mais absoluta loucura, até me faltarem as forças, até não haver nem mais um pedaço da minha alma e do meu corpo e do que quer que seja eu e aquilo que me faz eu – tudo o que posso para fazer feliz quem está à minha volta. Tudo. Tudo. E é isso, fazer tudo, sem perder tempo com merdas e com merdinhas e com merdiquinhas, para fazer feliz quem está à volta que é ser Deus. É essa a minha forma de Deus. É essa a única forma de Deus que faz, aqui nesta terra que nos deram para viver, a diferença.”

Excerto do livro (que eu ainda não li): “Eu Sou Deus”

Se estiverem interessados ele também escreveu sobre a “infelicidade“…

Foi por causa desta canção que eu descobri “Eu Sou Deus” diz Pedro Chagas Freitas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s