uma exposição original

 

Nesta sala desarrumada há “obras a decorrer” e um artista lembrou-se de dar um certo ar de arte a esta obra civil.

Vou contar-vos:

Eu ia a passar na rua e ouço um barulho de gente utilizando ferramentas tais como espátulas, lixas de parede para remover tinta, martelos, serrotes, escadotes a arrastar no chão e, curiosamente olho para dentro deste espaço, mas não vejo ninguém. Decidi entrar para tentar perceber de onde vinha aquele barulho. Continuei sem ver ninguém até que passei pela frente deste ecrã aqui colocado no chão como vocês podem ver. Ora bem, era deste ecrã que vinha todo aquele som, reproduzido por umas colunas de excelente qualidade. Olhando para o ecrã nós víamos o decurso das obras que se tinham passado ali naquela sala até àquele momento (as obras ainda não tinham acabado). Ao lado do ecrã, continuavam presentes todos os objectos ainda desarrumados. Com esta desarrumação o artista comunicou-me que as obras iriam continuar!

Uma ideia muito original, na minha opinião, contextualizada na história duma vila que aposta na arte e na cultura, a Vila de Cem Soldos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s