a primeira vez

A minha filha tem que fazer um trabalho criativo sobre Educação Sexual na disciplina de Desenho. Perguntou-me várias vezes qual o tema que deveria escolher e eu não sabia qual aconselhar. Um dia disse-me – mãe vou escolher a violência no namoro – eu não disse nem que sim, nem que não. Neste fim de semana que passou, voltou a perguntar-me se eu não tinha uma ideia sobre um outro tema. Reparei, então, que aquele que ela tinha escolhido não lhe agradava (a mim também não agradou…). Procurei a informação que tinha guardada sobre Educação Sexual – isto, porque também faço parte de um grupo de trabalho nesta área – e descobri um estudo engraçado:” O que falam os adolescentes sobre a sua 1ª experiência sexual? as diferentes respostas consoante se seja rapaz ou rapariga”. (de momento não me lembro da autora do trabalho. Depois voltarei cá para mencioná-la)

Então, temos respostas assim:
Rapariga:
– Nos, as raparigas (algumas) pensamos: “Ah, a minha primeira vez tem de ser especial, tem de ser algo que eu não vá esquecer. Tem de ser com alguém que conheçamos e que tenhamos confiança. Acho que não o vou desiludir, se gostarmos um do outro.

Rapaz:
– Eu foi um dia à tarde. A minha mãe não estava em casa e pronto, aquilo foi assim uma coisa muito rápida para as minhas expectativas iniciais. Uma pessoa estava a pensar “Ei! Aquilo vai ser a tarde toda!” e chego ai, pronto já foi. Foi isto, pronto, para a próxima é melhor…

Rapariga:
– A minha primeira vez fiquei traumatizada. Na minha primeira vez foi tudo horrível. Eu idealizei uma coisa e saiu tudo ao contrário…doeu imenso, foi num sítio que eu não queria. Depois, estávamos os dois stressados. Foi num espaço verde muito bonito. Eu estava cheia de frio, foi horrível a sério. Eu fui para casa a chorar, eu pensei: “eu não gosto disto, dizem que era tão fixe e eu não quero mais!”

A minha filha vai fazer um trabalho de grupo com mais uma colega e um colega e vão gravar um vídeo com estas “falas” e outras como estas. O rapaz verbalizará as “falas” dos rapazes e as duas raparigas, as das raparigas. Depois, farão uma exposição para a turma sobre os medos específicos dos rapazes e os específicos das raparigas, tais como: os rapazes pretendem iniciar-se o mais cedo possível sexualmente, porque, se não, correm o risco de serem chamados de homossexuais.

Ela anda por aqui muito entusiasmada com as gravações e, na minha opinião, é um tema importante para se abordar e acho que será interessante abordá-lo desta forma, ainda por cima numa aula de Desenho! Se eles derem um ar de comédia ao assunto, será uma oportunidade para se desmistificar, em sala, com o apoio do professor, alguns tabus ainda existentes e poderá ser uma porta aberta para se falar sobre os medos da primeira experiência sexual, os riscos de uma gravidez não desejada, a importância do uso do preservativo…
Foi isto que eu hoje me lembrei de vos contar…pronto!🙂

4 thoughts on “a primeira vez

  1. Hallo liebe Marilia einen schönen Dienstag wünsche ich dir und danke für deinen Besuch auf menem Blog wünsche dir eine schöne Woche und ganzviele liebe grüüse wünscht dir Klaus aus Köln

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s