o ventre da beleza

Num passeio em Évora, encontrei-me com este sofá abandonado pelo qual me apaixonei. O  sol maravilhoso desta linda cidade realçava as suas cores mostrando-as divididas por fios, mantidas inalteráveis enquanto protegidas pelo seu exterior, a pele de uma cor igualmente bonita, rosada. Fiquei com a sensação que alguém se zangou e projectou-lhe a sua explosão de raiva, expondo violentamente, desordenadamente todo o seu interior ao exterior, no Largo da Graça.

11215898_10203984023869775_1468531772_n

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s