“Os sinos tocam à espera de uma conversa indeterminada que não acontece, pintam o espaço com letras conhecidas de alguns e levam-nos a outras dimensões dentro de si. Aspetos que não entendo e que prendem a respiração, não da felicidade mas da angústia, palavras que se embrulham e dão um nó que não consegue desenredar-se. O movimento distrai, o silencio ocupa o espaço que doí. Quem seria eu se nascesse de outro tempo, aquele que aqui está, que não vejo, que quer ouvir-se, mas que eu não sei decifrar.”

em o “ Desabafo D’Ela”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s